Tapeçaria tradicional portuguesa

O carinho nos teares manuais

Vem descobrir mais sobre os nossos amorosos tapetes de algodão feitos em tear tradicional!

tear

Estes tapetes já existem na economia portuguesa desde tempos imemoráveis, inicialmente a sua produção estava ligada à população agrícola - o tear estava presente em casa de lavradores. Aproveitando quase exclusivamente roupas velhas, conseguia-se a produção económica de tapetes e mantas, num processo em que o segredo era tudo aproveitar. Daí à sua comercialização o passo foi pequeno, já que esta arte popular depressa ganhou fama, pela sua qualidade e originalidade !

Qualquer português conhece estes tapetes e recorda-os de casas dos avós, pais, amigos ou familiares. Actualmente já feitos a partir de tecido, ainda hoje se podem encontrar em qualquer cozinha portuguesa!

Podem-se distinguir em dois tipos:

  • os mais aleatórios, onde cada linha horizontal tem uma cor diferente - as cores dependem da disponibilidade. Este tipo é o mais comum;

  • os mais apelativos, que só têm uma cor e um design similar a ponto de cruz, em alto-relevo.

Ambos são elaborados em rústicos teares de madeira e utilizam como matéria-prima tecidos cortados em tiras finas, que se combinam para a obtenção de peças coloridas. Estas tiras unem-se por nós ou alinhavos e podem ser lisas ou com "puxados". Os "puxados" dão origem aos diferentes padrões: desde o padrão diamante e estrela, ao pompom e ainda o liso. 

tear senhora

Os da Luz Natural são de produção artesanal, de famílias do Norte de Portugal que se dedicam exclusivamente à produção destes tapetes.

Escolhemos as cores mais deliciosas para ti!

tapete2

tapete jardim

Com estas cores e o carinho que uma peça artesanal traz sempre consigo, vais querer ter um para decorar a tua sala, quarto ou cozinha, não achas?

Os artesãos agradecem !